Conexão de Micro e Mini Geração no Brasil

Brasil alcança marca expressiva em conexões de micro e mini geração

Até o começo de janeiro a Aneel registrou 73.569 kW de potência instalada com mais de 7600 ligações registradas.

 

Estimulado pela Resolução Normativa ANEEL nº 482/2012 e sua atualização, a Resolução Normativa ANEEL nº 687/2015, consiste no estabelecimento das condições para acesso de micro e minigeração aos sistemas de geração elétrica. Além disso, conta-se com a criação do sistema de compensação, permitindo assim que os consumidores instalem pequenos geradores em sua unidade consumidora e troquem energia com a distribuidora local.

A fonte mais utilizada é a solar fotovoltaica, com 7.528 conexões, o que representa uma potência instalada de 57.606KW. Minas Gerais mantém o primeiro lugar entre os estados com maior número de micro e minigeração com 1.644 conexões, seguido de São Paulo (1.369) e Rio Grande do Sul (769).

Do total de conexões de geração distribuída, segundo a Aneel, 5.997 das conexões de geração distribuída atendem as residências. Em segundo lugar, o comercio é responsável por 1.186 adesões.

Nas palavras do diretor-geral da ANEEL, Romeu Rufino, “além das vantagens para o consumidor, também são relevantes os benefícios que a geração distribuída traz ao sistema elétrico: redução de perdas e o custo evitado de ampliação do sistema, pois você gera junto à unidade de consumo; o aumento na segurança do abastecimento; e o ganho sob o aspecto ambiental, pois são projetos totalmente sustentáveis”, afirmou.

Deseja saber mais sobre o funcionamento?

Acesse: GERE ENERGIA

%d blogueiros gostam disto: